• Notícias

Morre Bacana da MN, destaque da bateria Nelore da CRV Lagoa

Thell de Castro Corte Zebu 12 de dezembro de 2017

Print Friendly and PDF



Mais um grande touro deixa o cenário pecuário em 2017. No dia 9 de dezembro morreu C8288 da MN, também conhecido como Bacana da MN. O reprodutor, que tinha 14 anos de idade, foi um dos grandes destaques da bateria Nelore da CRV Lagoa, tendo comercializado mais de 177 mil doses de sêmen, contribuindo para a pecuária de corte nacional.

Ranqueado como Top 0,1% para MGTe na rodada de julho da ANCP, trata-se de um touro responsável por agregar em stay, pesos, perímetro escrotal e AOL de seus produtos. Deixa, somente como touros filhos diretos, avaliados na ANCP, 77 animais, sendo 75 deles Top 5% ou melhores.

“Temos certeza que o Bacana da MN ainda fará muito pela pecuária nacional”, afirma Ricardo Abreu, gerente de Contas Corte da CRV Lagoa, “em especial para os rebanhos que precisam de alta qualidade na recomposição de matrizes”, completa.

“O foco de produção em que o Bacana da MN se enquadra é o semi-intensivo e, para auxiliá-lo agora nessa tarefa, contamos com Raio da JHR, que, além de pesos, stay e perímetro escrotal, agrega em maternal aos 120 dias”, conclui Caio Tristão, gerente de produto Corte Zebu da Central.