• Notícias

Agrindus recebe prêmio 100.000 kg Melk da CRV Lagoa

Thell de Castro Leite Europeu 30 de novembro de 2017

Print Friendly and PDF



A CRV Lagoa entregou o Prêmio 100.000 kg Melk para uma de suas grandes parceiras. Trata-se da Agrindus, de Descalvado (SP), uma das maiores produtoras de leite do Brasil, cliente de longa data da Central e parceira do Gestor Leite, programa de melhoramento genético para bovinos leiteiros.

A premiação, realizada somente na Holanda e no Brasil pelo Grupo CRV, é concedida às vacas que alcançam 100 mil kg de leite produzidos.

Com mais de 70 anos de história, a Agrindus produz aproximadamente 60 mil kg de leite por dia com a ordenha de cerca de 1.700 vacas. A Agrindus possui o maior rebanho holandês registrado no Brasil, com um total de 3.600 fêmeas da raça.

Para Wiliam Tabchoury, gerente de Contas Leite da CRV Lagoa, vacas que produzem mais de 100 mil kg de leite são ótimos exemplos de eficiência. Ele explica que uma novilha, ao final da sua primeira lactação, consome cerca de 40% do total de energia inserida somente para a sua criação. No caso de uma vaca de 100 mil kg de leite, este valor é de apenas 3%. “Portanto, as vacas mais eficientes, do ponto de vista energético, são as mais longevas, com maiores produções vitalícias. Além disso, são mais rentáveis e sustentáveis”, explica.

Atualmente, o Brasil conta com 510 vacas de 108 criadores que alcançaram a marca de 100 kg de leite. O Paraná concentra o maior número de animais, com 464, seguido de Minas Gerais, com 21, São Paulo, com 14, Goiás, com seis, e Rio Grande do Sul, com cinco.